8.3.15

gosto que as mulheres sangrem, manchem
a roupa interior, sujem
a borda dos dedos o interior das
frases e dos favores -
gosto que as mulheres sangrem SOBRE TUDO quanto lhes estende a mão
a faca acesa que as atravessa
o rio que escorrega o lume que tomba o corpo
SOBRE TUDO quanto as faz morrer
gosto que as mulheres morram


Mafalda Gomes