1.8.15

Escrevo-te com o fogo e a água. Escrevo-te 
no sossego feliz das folhas e das sombras.
Escrevo-te quando o saber é sabor, quando tudo é surpresa.