31.12.15

Sobre o dito está o não dito,                                                                           
e o  por dizer.* 

e assim se mantém a esperança, na espera das palavras que virão.
que continue a preciosa viagem pela beira do precipício. há que não ter medo; nenhum.


[*Maria Gabriela Llansol, O Azul Imperfeito Livro de Horas V]