26.12.15

um dia não haverá ninguém. mortos, velhos e novos, breve sonho, eterna poeira.