18.3.16

há quem justifique a relutância com a astrologia, cabendo a culpa à posição dos astros. outros culpam a lua, que enfeitiçou o corpo da minha mãe em dia de sexta-feira. de onde me vem este desconforto, não sei, mas onde muitos vêm novas e apetecíveis experiências, eu sinto um mundo que desaba. 
a mudança parece-me sempre um par de sapatos apertados. hão de alargar e servir-me, mas não sem antes me magoarem, por muitos e longos dias, os pés inchados.