23.5.16

duas voltas à casa, tropeçando no emaranhado de ervas, sorrindo aos pirilampos, em busca de Taeko e Yukiko, é o tempo que a lua demora, tão grande e amarela, a surgir completa, no horizonte, sobre o casario.