22.6.16

as nuvens galgavam o céu, baleias migratórias em busca das pastagens de leste. quando saí da pequena casa de pedra, no cume da serra, o rasto do manada era um nevoeiro frio e ventoso. a alma em ebulição, acelero a casa, pronta para o abraço ao casaco de lã. quero este tempo do norte, sentir a vida num arrepio de pele.