5.11.16

{sonhos de abóbora para o Manel}

na brincadeira, sem revelar a fonte da ideia, pergunto à Lucinha se já tem sonhos à venda. parece que não, sonhos, diz a Lucinha, ao contrário das decorações natalícias, só em dezembro. portanto, Manel Pero Vaz de Caminha, escrivão-mor do galeão Cuca Melissa Pamela, nada feito, mais vale comeres as farófias.

14 comentários:

  1. nem sendo escrivão de tão nobre embarcação, os sonhos de abóbora me chegam na hora! Lá terei de esperar por Dezembro, a ver se me lembro!!!
    (vês como a caixa dá jeito!)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. irão em ctt express!

      :)


      (aposto que a Capitã te manda alimentar a puré com batatas fritas :b)

      Eliminar
    2. !!! aí é que eu engordava num estantinho (e ia alimentar em condições os tubarões da Capitã :)

      Eliminar
    3. manda-me tantas vezes para a gávea que nem o cerelac me salva...

      Eliminar
    4. essa gávea de que falas não era o antigo car#$!lho?...

      Eliminar
  2. Raios... quer isto dizer que depois de vinte e quatro horas de stress a pensar num nome, que uma pessoa nem dormiu em condições, chego aqui e vocês já baptizaram o galeão de Cuca Melissa Pamela?!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "vocês" salvo seja, que eu não baptizei ninguém!!!

      Eliminar
    2. Cuca Melissa Pamela é do melhor que já vi...

      Eliminar
    3. (só espero que isto dê para um prémio qualquer, nem precisa ser nobel...)

      Eliminar