26.12.16

meu querido George, quantas vezes adormecemos juntos...