26.2.17

num domingo ventoso e frio do terrível mês de janeiro, os três anjos, aborrecidos, fartos de atirar pedrinhas no charco, desafiaram-se entre si a saltar o muro do paraíso. dados como desaparecidos, passadas as quarenta e oito horas da praxe, nunca mais ninguém os viu, tão-pouco há relatos de que alguma vez tentassem regressar. no céu, os companheiros invejaram-lhes a audácia, mas, amolecidos pelos copinhos de leite quente e as bastas fatias de pão com mel, deixaram-se ficar.
os três anjos foram avistados hoje, um quase dia de primavera, por esta que aqui vos tecla. andavam todos, cada um à sua moda, disfarçados de diabo.

votos de um entrudo feliz.