2.4.17

lembra-se o* caríssimo leitor da dúvida que se me assomou no tempo da plantação?

diabos me levem - com carinho e ternura, que ando tão definhada - se eu não tenho sangue de lavradores a correr-me neste corpo estupidamente citadino e ocioso!
alhos!! tal como previ, antevi, suspeitei, desconfiei e me cheirou:  alhos! essas stinking roses às portas do meu quintal. dizem que é plantação que dá dinheiro... quem sabe se não treino a colónia de toupeiras para a apanha.


/tome-se o* por indefinido plural. sonhe-se a multidão, filas duplas de ávidos leitores, fieis como pequenos póneis/

2 comentários:

  1. Respostas
    1. é mesmo! mas duvido que o homem tenha plantado aquele mar todo para jardim.

      Eliminar