8.10.19

para a Janita

não me venhas, amor,
falar dessa maneira,
dizer que a vida já passou por nós,
que estamos velhos e não nos fica bem,
agora é sentar o corpo cansado na cadeira
e ver os outros passar,
porque eu, amor,
quero bailar, rodar nos teus braços,
grandes como laços,
beijar-te a pele enrugada,
o tempo que me deste.
não, amor, não te deixarei sentar na cadeira,
nem que tentes,
porque eu, amor,
quero é propostas estranhas e indecentes.


6 comentários:

  1. Nem mais. Já avó dizia: Velhos são os trapos e até pata esses encontramos serventia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim, e mais estranho ainda são estas gerações mais novas começarem a ficarem "velhas/obsoletas" cada vez mais cedo. tenho miúdas de 25 anos a queixarem-se que já estão velhas para alguns canais do youtube. "velhas"?!... que o pico está nos 16/17 anos...
      Ora se os miúdos começam cada vez mais cedo em tudo, muito por causa das tecnologias, é certo, o que somos nós aos 40/50/60?

      Tenho pena das pessoas que se deixam levar pelos estereótipos da sociedade e se fazem velhos à força, pensando que têm de levar uma vida de recato e exclusão.

      Eliminar
  2. Oh Flor, que poema tão bonito... Já ri e já me comovi. :)
    Na verdade, retratou bem o meu espírito jovem, na sua teimosa recusa em envelhecer, mantendo o fulgor dos vinte anos. Talvez ainda mais liberto e expansivo, até. Já o rosto - e o resto - teimam em seguir caminho...:)

    Não pude evitar uma gargalhada ao ler o interessante final, dando vida às três palavrinhas que escrevi, pensando, não em mim, mas nos dois comentários anteriores ao meu.

    Lá está...guardado está o bocado para quem o há-de comer! Ehehehe

    Um beijinho e o meu muito obrigada, Flor. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)

      fico muito feliz que tenha gostado, Janita, a sério.

      (bem me pareceu, mas achei que merecia um texto também)

      um beijo e obrigada eu :)

      Eliminar
  3. Lemos e vemos, na beleza das tuas palavras, pedaços de vidas...

    ResponderEliminar