28.3.20

O que choro é diferente./ Entra mais na alma da alma./ Mas como, no céu sem gente,/ A nuvem flutua calma.

Flor