28.3.20

Toto, I have a feeling we're not in Kansas anymore #11

por este andar, se a quarentena durar até maio /nosso senhor nos livre de tal dor/, talvez consiga chegar lá, ao peso mais bonito de que me lembro, cinquenta e cinco quilinhos. mas por agora, hipopótama magricela ou baleia raquítica, ainda não chego sequer aos cinquenta /vestida, que me pesei na balança do veterinário, olhó respeitinho! 
não compensam os constantes bolos de chocolate feitos na máquina do pão /quem não tem cão, caça com o que houver, {só tenho medo da diabetes}, aquilo que me rouba a ansiedade.


eu, na minha cabeça, ralhando comigo