9.4.20

abril

já não me assustam as dores de cabeça, habituei me a elas, como nos habituamos aos pequenos problemas domésticos, uma torneira que pinga, uma porta que custa a fechar. há dias em que as domo com comprimidos redondos, outros em que as deixo galopar soltas, os cascos ferindo as laterais e a região posterior. cefaleia tensional, dizem-me. cavalos selvagens em fuga, sei-o eu, que sinto o perigo a rondar.