27.5.20

amo um poeta azul

puro-sangue 
brilhando
em esporas de prata