20.5.20

Bioy, me haces falta

diário da guerra aos porcos foi publicado em 1972. desenganem-se, o etaísmo não é coisa nova.