11.7.20

somos bichos imperfeitos

Vivo para esquecer que vivo; e para contrariar a vontade de meu pai.

|José Eduardo Agualusa in A Conjura|


diz-me, alguma vez conheceste cão ou gato, ou passarinho, que te parecesse frustrado com a vida, desnorteado, em busca de sentido ou aprovação? nem podias. todos os bichos nasceram com o seu círculo de vida perfeito, sem falhas, sem dúvidas, sem hesitações no destino. todos, menos nós.