25.7.21

está a fazer-se cada vez mais tarde

Tabucchi, Tabucchi, saber que andamos tão perto e afinal eu nem te conhecia.  Doravante, dormirás comigo.

7 comentários:

  1. Por causa dele quis conhecer a praia de Porto Pim, não me arrependi, lugar lindo. Com os anos esqueci-o, não fora a Flor recordar-me e já nem o encaixaria na galeria dos meus favoritos...bons sonhos:)
    ~CC~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)

      Eu estou quase a fazer a sacola e partir para a Grécia!

      Eliminar
  2. Ah, mas o Tabucchi é dos meus favoritos, desde que há muitos anos li o Afirma Pereira. E depois nunca mais parei de ler este que é (era) o mais português dos escritores italianos. Tenho uma mão cheia de livros dele e sua escrita nunca me desiludiu.
    Não deixes de ir à Grécia, flor, mas agora não.
    Abracinho.
    🤗

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também já lhe li uns poucos.

      Às vezes penso que criamos uma imagem idílica dos sítios e depois, quando os visitamos e vemos que não são (obviamente) como os imaginamos, ficamos desiludidos. Mais do que visitar, apetecia me passar lá uma temporada. 💙

      Enorme.

      Eliminar
    2. se não se pode repetir o que se viveu, muito menos se pode repetir o que se imaginou

      Eliminar
    3. No meu caso foi mais recordar a minha viagem e achar engraçado reviver tanto do que lá senti. Igualmente para o livro sobre os Açores em que ele descreve o cheiro horrível, nauseabundo, de uma baleia morta (na ilha do Pico) e me fez reviver esse momento com tanta nitidez.
      Mas é verdade, às vezes criamos muitas expectativas e ficamos desiludidos.
      E o Corto, como está?


      Eliminar
    4. A viver mais uma vida! Gatos ❤️

      Eliminar