18.9.21

...

queria poder dizer, não sei bem por que razão, talvez receie ser vista como um monstro, que logo no primeiro parágrafo de Vigiar e Punir de Foucault tive vontade de fechar o livro, mas, longe disso, avancei no sofrimento do esquartejado, vi os cavalos puxando as cordas que torciam os membros procurando arrancá-los, e fiquei com ele até que não fosse mais do que uma brisa de carne queimada.

4 comentários:

  1. antes sofrer pelos livros do que fora deles

    ResponderEliminar
  2. Confesso que não o li todo, só umas partes e muito artigos "sobre"...para além do que ouvi dos meus "mestres", achei que já sabia tudo o que estava no livro...mas não deve ser assim, nada como a obra original. Mas sofrer?! É assim tão difícil? Pelo conteúdo, pela forma como ele escreve?
    ~CC~

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se percebi as perguntas. O que quis dizer é que embora a discrição seja terrível, não pude deixar de a ler e reler. E fiquei a pensar o que poderá isso significar.

      Eliminar